top of page

Sabia que o sal já foi tão valioso quanto o ouro? 🧂

.



Foi no Império Romano que isso aconteceu, pois o sal era fundamental para conservar os alimentos por longos períodos. Sua importância era tão grande que ele era usado como moeda. Foi assim que surgiu a expressão em latim "salarium", que deu origem ao nosso termo "salário".

Assim como o condimento foi economicamente importante há muitos séculos, o salário é um componente essencial para o sucesso dos negócios de hoje.

 

Afinal, nas pesquisas de clima ou engajamento, nas rodas de conversa ou na famosa "rádio corredor", o salário é um assunto muito relevante e comum entre os profissionais.

 

Mas olha só: as expectativas e até as reclamações também recaem sobre a remuneração, que é diferente do salário.

 

Enquanto o salário é aquele valor pago pelos serviços prestados em uma data certinha, a remuneração é a soma de todos os benefícios e outros ganhos.

 

Então enquanto o salário é o valor anotado na carteira de trabalho, a remuneração inclui outros componentes, como:


✅ Adicionais

✅ Horas extras;

✅ Comissões;

✅ Benefícios.



Talvez você esteja se perguntando por que é importante conhecer a diferença entre eles, certo?

 

Eu explico: isso tem a ver com o cálculo de outros direitos trabalhistas. 

 

As férias e o 13°, por exemplo, dependem da remuneração. Já o adicional noturno e o descanso semanal remunerado dependem do salário.

 

E tem mais: salário bruto e líquido também são coisas distintas. 

 

O bruto é o valor total, antes dos descontos, enquanto o líquido é o valor que efetivamente cai na conta do colaborador após os descontos como INSS e IR.

 

Também não confunda o salário mínimo com piso salarial, viu?

 

Enquanto o salário mínimo é definido pelo Governo Federal, o piso salarial depende de cada categoria.

 

E uma curiosidade: o conceito de salário mínimo surgiu na Nova Zelândia, no final do século XIX. A Austrália acompanhou e logo em seguida foi o primeiro país a apresentar a ideia como conhecemos hoje.

 

Na América Latina, o México foi o primeiro a implementar esse conceito, ainda em 1917. No Brasil, o salário mínimo chegou em 1936 e passou a valer mesmo em 1938.

 

O fato é que mais de 80 anos depois, a discussão sobre salários mudou bastante e ganhou muita relevância — e a sua empresa precisa acompanhar.

 

Para garantir uma remuneração adequada para os colaboradores, vale seguir dicas como:

 

✔ Ficar atento ao mercado e suas movimentações

✔ Realizar pesquisas com frequência

✔ Ajustar a política de salários, alinhando com as estratégias de negócio

✔ Trabalhar a comunicação, motivação e engajamento do time, inclusive com processos de recompensa por desempenho

 

Para colocar tudo isso em prática, o apoio de uma consultoria de RH, como a clickRH, faz a diferença.

 

Que tal começar a dar mais atenção para essa questão tão importante para a performance?

 

Aproveite e comente com as suas impressões sobre salário e remuneração!




6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page